terça-feira, 13 de janeiro de 2015

PÁSSARO VERDE



Imagem do Google


Pousa em mim pássaro verde
porque eu sou a liberdade 
vem enfim sinto saudade
do teu fogo de dragão
pois jurei não ter idade 
ser apenas coração 
dizer-te sempre a verdade
sentir doce a tua mão
ser essa a minha vaidade

Repousa sim pássaro verde
nas folhas do meu Outono
não tem fim tua beleza
quando negas ter um dono 
sendo apenas Natureza
nas delícias do meu sono

Fica assim pássaro verde 
dar-te tudo eu sempre quis
quando minha alma me diz
nosso amor não tem reverso
nem cabe no Universo

Vai por mim pássaro verde...

1 comentário:

  1. Um pássaro verde com asas de infinito. O seu canto é sempre o mesmo grito a falar de amor...
    Um beijo.

    ResponderEliminar